sábado, 17 de fevereiro de 2018

Final do Carioca 1985: o Fluminense ganhou o título sobre o Bangu roubado?!

Por FLUnômeno —

  • 22:06

    Foto: Divulgação Flu Memória.
    Aqui no blog já falamos sobre a Flapress, que é uma praga dentro do sistema da mídia esportiva brasileira. Conforme já falamos, o papel da Flapress é sempre usar de seus canais de notícias para rebaixar a história dos times do Rio de Janeiro (Vasco, Fluminense e Botafogo) e exaltar o Flamengo, da qual a mídia esportiva tem grande preferência.

    José Roberto Wright é um grande árbitro de futebol, e muito conhecido simplesmente por conta daquele jogo entre Atlético MG x Flamengo, pela Libertadores de 1981. Na ocasião, o árbitro acabou encerrando a partida decisiva pela classificação para a segunda fase dando a vitória para o Flamengo, após expulsar na maior cara dura vários jogadores do time mineiro. Para muitos torcedores, Wright foi o principal responsável pelo título do Flamengo em 1981. Todo mundo que pesquisa sobre essa partida (ou que viu e acompanhou o jogo na época) vê que o Flamengo praticamente foi beneficiado no jogo, ganhando o jogo sem o resultado dentro de campo.

    A Flapress sabe disso, e como o papel dela é sempre exaltar o Flamengo, eles geralmente não tocam no assunto. Uma vez ou outra quando ela precisa falar de um assunto que ela evita falar para não "manchar a história do Flamengo", ela até fala, mas rotula o assunto sempre como "polêmico". E vão se os "jogos polêmicos", "polêmica no jogo do Flamengo", e por aí vai... Se duvida de mim, procura aí no Google qualquer jogo que o Flamengo GANHOU ROUBADO e você verá que os grandes canais de notícias da Flapress noticiam dessa forma ("polêmico").

    Engraçado, mas quando algum outro time do Rio de Janeiro acontece algo semelhante, vencendo por algum erro de arbitragem (isso pode acontecer) ou qualquer outra coisa, aí se vão matérias e mais matérias para lembrar as pessoas de como o Fluminense, Vasco ou Botafogo ganharam daquele jeito. E em muitas vezes essas matérias ACABAM SENDO PRODUZIDAS, pois podem existir dúvidas de um lance ser gol, falta ou impedimento, mas para a Flapress sempre a outra equipe é prejudicada, e induzem isso em suas matérias para tentar manchar a história dos rivais do Flamengo.

    Fluminense x Bangu na Final do Campeonato Carioca 1985?!

    O Fluminense buscava seu Tri Campeonato, e encarava a equipe do Bangu, que tinha sido, inclusive, vice campeão do Campeonato Brasileiro 1985. O Fluminense precisava vencer o rival pois o empate daria o título para o time de Moça Bonita. Assim como na Libertadores de 1981 que beneficiou o Flamengo, José Roberto Wright era o árbitro da partida. O Fluminense venceu o Bangu de virada, mas no fim da partida, teve um jogador adversário derrubado dentro da área. Wright então não apitou o pênalti, e por conta disso, o Fluminense "ganhou roubado" o título.

    Para a opinião pública (que consome o material da Flapress), o Fluminense venceu roubado graças a José Roberto Wright, que é torcedor do Fluminense. E muitas vezes saber do time de coração do árbitro reforçaria ainda mais o argumento do Tricolor ser beneficiado. Inúmeras matérias em vídeo e em vários sites da internet estão aí também para reforçar essa afirmação. E de vez em quando sempre devem falar desse assunto, pois a Flapress sempre trabalha para diminuir os times do Rio de Janeiro pois para ela o único que interessa é o Flamengo. Lembrar essas coisas é bom para trazer uma imagem negativa do Fluminense para as pessoas...

    Afinal de contas, houve ou não houve pênalti sobre o Bangu?! Vejamos algumas reproduções de imagens da época.

    Claudio Adão está com a bola, com o jogador do Fluminense atrás.

    Ele chega a dominar a bola, com o jogador do Fluminense marcando (Vica)

    Adão gira e cai no chão (ou foi derrubado).
    A partida havia terminado, Adão pede pênalti e dá início a um tumulto. Foto: Reprodução TV.

    Algumas conclusões a gente deve tirar desse lance.
    1. *Claudio Adão, sabendo da aproximação com o jogador do Fluminense, porque não procurou a finalização?!
    2. *Se Vica estava em contato físico com Claudio Adão (normal no futebol, isso não é falta) porque o jogador do Bangu DECIDE "rodar", caindo em giratória para trás?!
    A gente sabe também muito sobre a malandragem do futebol brasileiro, onde muitos atacantes preferem simular pênalti ao tentar a finalização. Talvez cair para trás daquele jeito foi uma forma de provocar um pênalti claro, que poderia ser o último triunfo na busca do título.

    Afinal de contas, foi pênalti ou não foi?!

    Bem, na minha opinião acho que NÃO FOI. Porém, isso depende muito da interpretação do árbitro da partida. Como de praxe, a mídia sempre vai tentar em algum momento voltar a esse assunto e colocar na cabeça das pessoas que o Fluminense ganhou o título com ajuda da arbiragem. Em uma matéria de 2017, Wright chegou finalmente a comentar sobre a final do Estadual. Confira o que ele disse.

    "Não foi pênalti porque o jogo tinha acabado. E finalizou o jogo quando eu virando para o centro apontei e apitei a final. Simultaneamente não diria... tipo um segundo, dois segundos depois quando a velocidade da jogada o Claudio Adão entrando na área foi realmente agarrado pelo Vica mas tinha paralisado o jogo"_Wright, em matéria da Globo (2017)
    Wright admitiu que Claudio Adão foi agarrado, mas que não houve pênalti, e só fez isso quase 32 anos DEPOIS do episódio.

    Do Fluminense falar tudo bem, mas SOBRE o Flamengo PORQUE EVITAM?!

    No caso do Fluminense a Flapress gosta de polemizar... Engraçado, mas o Botafogo FOI ROUBADO DE FORMA PIOR na final da Taça Guanabara de 1989. 

    Na ocasião, Paulinho Criciúma tinha feito o gol do título, mas acabou anulado porque o árbitro da partida tinha DITO ENCERRAR A PARTIDA!!! É uma ocasião PIOR do que o Fluminense, mas neste caso, a Flapress não pode falar, já que o beneficiado dessa vez foi o Flamengo. 

    Pessoal, o que vocês acharam disso?! Deixe sua opinião nos comentários abaixo.