[facebook]

sábado, 17 de dezembro de 2016

Presidente do Fluminense afirma: "Queremos um modelo para mudar o cenário de total amadorismo que tinha aqui"

Por FLUnômeno —

  • 14:53


    Em mais um ano de péssimas contratações e decisões que culminaram no desastre que a equipe teve dentro de campo, o atual presidente eleito pelo clube, Pedro Adad, pretende mudar isso. Durante a apresentação de Alexandre Torres (filho de Carlos Alberto Torres), o presidente acabou falando sobre o que ele deseja para o clube no próximo ano. A contratação de Alexandre serviu como ponta pé inicial nesta nova fase do Fluminense que, também segundo o próprio presidente, pretende mudar o "cenário amador" administrado pela antiga diretoria nas Laranjeiras.

    Só para lembrar que o próprio presidente Abad foi apoiado pelo próprio Peter Siemsen, responsável pela antiga administração do clube. Como vocês sabem, o Fluminense está sem patrocinador Master depois da saída da Viton44, e também a atual fornecedora de material esportivo do clube está há 9 messes sem pagar. O CT construído na Barra da Tijuca já está pronto para treinamentos, mas acabou parado por falta de recursos. Além do modelo finaceiro quebrado, a diretoria em 2016 novamente errou por diversas contratações que não obtiveram resultado algum.

    Segundo o presidente Abad:

    "Nossa ideia é justamente reduzir chance de erro (em contratações, dispensa e gestão). Queremos um modelo para mudar o cenário de total amadorismo que tinha aqui. Temos duas pessoas qualificadas e pretendemos aprimorar ainda mais. É um modelo que não-personalista".

    O Fluminense já começou na contratação de Abel Braga que, apesar de caro, é experiente e tem ligações com o clube. Mesmo em situação financeira instável, o presidente do clube também prometeu um time competitivo. O Fluminense voltará a jogar um torneio internacional no próximo ano, e um time deve ser montado para a busca desse título inédito. Diferente dos seus rivais, o Fluminense ainda não apresentou nenhuma contratação para 2017, a não ser Orejuela e Sornoza, equatorianos vice campeões da Libertadores pelo Ind. Del Valle.

    As palavras são bonitas, quero ver isso na prática!

    Fonte: Lance Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C (Divulgação)