[facebook]

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Na raça, Fluminense vence Nacional Potosi por 3 x 0 na estreia da Copa Sul Americana

Por FLUnômeno —

  • 23:55

    Gum comemorando o seu gol (2°) na partida. Foto: Mailson Santana - FFC - Divulgação.
    Depois do fiasco diante do Vasco no último minuto do carioquinha, o Fluminense ficou quase duas semanas sem jogar, já que foi eliminado prematuramente na Copa do Brasil. Assim, o Tricolor teve que esperar para estrear na Copa Sul Americana 2018, frente ao Nacional Potosí (Bolívia).

    O time boliviano, procurando se ancorar na vantagem da altitude do jogo da volta, procurou se fechar. O Fluminense, por outro lado, quase não ameaçou o goleiro adversário durante todo o jogo. O time procurou apenas fazer rodar a bola, mas não teve capacidade para dar perigo ao adversário. No fim da primeira etapa, Gum ainda conseguiu a melhor chance do jogo, que foi defendida pelo goleiro deles. A propósito, esse timinho usou e abusou da cera, atrasando o jogo, deixando os jogadores ainda mais nervosos. O primeiro tempo acabou sendo uma droga.


    Veio o segundo tempo. O time boliviano continuou com a mesma proposta de fazer cera, e muita catimba. Qualquer lance de corpo os caras já caiam ou esperavam minutos para cobrar lateral. Sinceramente, eu nunca vi na minha vida um time tão quizumbeiro como esse. As únicas opções até então era o chute de fora da área. Richard foi muito mal nessa, errando todos os chutes que tentava. O jogo já beirava os 25 minutos quando Abel tirou Marcos Jr e Jadson para colocar Pablo Dyego e Matheus Alessandro, o que foi crucial para melhorar a equipe. Dois minutos depois, o Fluminense abre o placar com próprio Pablo Dyego: após cobrança de escanteio de Sornoza, Renato Chaves cabeceia e Pablo marcou no segundo pau.

    Com isso, o Fluminense perdeu um pouco nervosismo e pode melhor trabalhar suas jogadas. E falando em Pablo Dyego, aos 30 minutos ele quase faz um golaço: ele recebe novamente a bola de Renato Chaves dentro da área, dá um chapéu no adversário e consegue em seguida converter uma linda bicicleta. Infelizmente a bola acabou batendo no travessão. A torcida então começou a apoiar mais ainda a equipe, acreditando que poderia vir mais. Aos 36 minutos o Fluminense chega ao segundo gol com zagueiro Gum. Após cobrança de falta, Sornoza cruza para Renato Chaves, que ajeita a bola para Gum, marcar de cabeça. O terceiro gol sairia em jogada de escanteio, quando Renato Chaves sofreu falta dentro da área. O gol foi convertido por Pedro, aos 43 minutos. Eles ainda tiveram um jogador expulso antes dos dois gols.

    Agora o Fluminense pode perder até por dois gols de diferença no jogo de volta, na Altitude. Caso marque lá, o time adversário deverá fazer quatro. E vocês, o que acharam disso?! Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

    FLUMINENSE 3 x 0 NACIONAL POTOSÍ (Bolívia). Dia 11 de Abril de 2018
    Gols: Pablo Diego (30 min 2°T), Gum (36 min 2°T), Pedro (43 min 2°T).

    FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum, Ibañez, Gilberto; Richard, Jadson (Matheus Alessandro), Sornoza (Douglas), Ayrton Lucas; Marcos Jr (Pablo Dyego), Pedro. Técnico: Abel Braga.

    NACIONAL POTOSÍ: Romero; Brian Meza, Montenegro Medina, Galaín, Alaca; Galvis (Saúl Torres), Salazar, Edson Pérez, Jorge Flores; Piñero da Silva, Reina. Técnico: Pérez Garcia.

    Aproveite e saiba também TUDO sobre o Fluminense seguindo nossas redes sociais.

    Youtube - https://www.youtube.com/channel/UCjW26i7X_UDWD8uou-SdImw

    Acesse TODOS OS DIAS www.flunomeno.com, coloque o endereço nos seus favoritos e visite nosso blog de hora em hora para ficar informado com notícias do Fluminense e tudo sobre nosso querido Fluzão.