[facebook]

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Cuidado com o que você lê na internet... VOCÊ PODE SER ENGANADO!

Por FLUnômeno —

  • 10:59

    Amigos, a internet é uma benção para inúmeras pessoas, devido principalmente a facilidade e velocidade da informação! Principalmente nesta época de redes sociais, milhares de pessoas compartilham informações ao público nas suas mais diversas formas. Hoje é claramente possível, inclusive, viver do que chamamos de CDC - Criador de Conteúdo - que podem abranger diversas formas: canais do Youtube, Páginas no Facebook, e também para sites e blogs.

    Por não ter um órgão regulamentador na internet, pois ela é livre para você compartilhar qualquer informação, muitas das informações divulgadas são extremamente mentirosas. São os chamados Fake News, da qual algumas redes sociais tem problema em combater essa prática (o Facebook é uma delas, mas não é a única). Os Fake News criam notícias totalmente falsas, com títulos bastante chamativos, tudo para gerar o que chamamos de Clickbait (Isca de Clique): pessoas entram nesses sites por conta desses títulos, mas as informações são totalmente mentirosas ou inexistentes! Por conta de sites de colaboração de notícias (onde pessoas ganham para postar notícias e recebem por cliques no Facebook, por exemplo), o Fake News nunca teve tão popular em nossos dias.

    Não apenas há sites de colaboração de notícias que caçam clickbaits, mas também existem muitos sites e blogs amadores que criam mentiras para conseguir acessos, enganando o público de maneira geral. Com toda certeza você já deve ter visto no Facebook (principalmente em grupos) notícias totalmente mentirosas sobre o Fluminense, e algumas já inclusive, desmentimos aqui. Só para vocês perceberem, listamos as cinco maiores mentiras e fake news sobre o Fluminense em 2017.


    E por quê as pessoas agem dessa forma?!

    Ganhar dinheiro na internet não tem mistério, mas é preciso MUITO esforço. Todos os Youtubers de sucesso, por exemplo, começaram a ganhar alguma coisa depois de no mínimo 2 anos. Um site ou um blog demora também mais ou menos por aí: é preciso MUITO trabalho para você conseguir seu espaço na internet, e ninguém quer esperar! Qualquer coisa que você vai fazer demora a ganhar seguidores, acessos, etc. Então muitas pessoas acabam criando essas fake news para conseguir ganhar  acessos rapidamente (sua graninha), mas em compensação também não conseguem fidelizar o público.

    Claro que nem todos que estão fazendo clickbaits querem ganhar dinheiro na internet! Neste caso, pessoas sem responsabilidade gostam de aplicar "pegadinhas" nas pessoas, usando o nome de portais de credibilidade no mercado. O objetivo desses posts não é ganhar dinheiro, mas sim enganar as pessoas (trollar como se diz na gíria atual). Neste caso, é feito em sua maioria por muleques que não tem nada o que fazer em casa, e espalham a mentira de propósito nas redes sociais. Veja por exemplo esta.

    Montagem feita para enganar o torcedor. Foto: Reprodução Redes Sociais
    Uma das grandes mentiras nas redes sociais (e grupos de WhatsApp) são os prints. Quem tem computador, sabe que pode modificar facilmente a notícia de qualquer site usando o código fonte (HTML) da página em questão, para visual próprio (o site volta ao normal com F5, mas sua modificação temporária não aparece para outras pessoas). Ou seja, eles modificam a notícia de um site de notícias famoso (como o caso acima) e depois tiram uma foto (print) e compartilham essa foto com o site modificado temporariamente nas redes sociais.

    Infelizmente o brasileiro não gosta de pesquisar a fundo as coisas, e acaba em muitas vezes acreditando em diversos boatos. Isso faz um estrago a longo prazo: aí surgem as histórias mentirosas que o Flu pulou a Série A, que o Flu perdeu para a Lagartense e por aí vai... Essa do print acima, é de lascar!

    Pessoal, o segredo é: BUSQUEM INFORMAÇÕES! Se vocês acessam um site na internet de qualidade duvidosa, procurem a mesma informação no Google! Se alguém te passar algum print também, procure no Google ou em sites de credibilidade (de profissionais) que você visita! Cuidado com informações de grupos de Facebook e WhatsApp e outras redes sociais!

    Espero ter dado uma dica ótima para vocês!