[facebook]

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Discordância de Scarpa em negociação dificulta definição de futuro no Fluminense

Por FLUnômeno —

  • 12:13

    Paulo Autuori. Foto: Lucas Merçon - Fluminense FC (Divulgação)
    Só para lembrar a vocês que Scarpa ainda não apareceu e não deu justificativa ao Fluminense pela falta! Segundo informações do portal Globoesporte, Scarpa poderia ter ido para algum clube de São Paulo (por empréstimo), mas Scarpa queria ficar duas temporadas por lá, o que não era interessante ao Fluminense. Segundo o Globoesporte.com, entenda o que travou cada negociação.

    "Palmeiras: havia acerto entre os clubes na troca de Scarpa por Hyoran e Róger Guedes. Abel entrou em ação para convencer o atacante, antes relutante, a se transferir ao Rio. Na última hora, porém, os representarentes de Scarpa bateram pé. Queriam que o empréstimo fosse de dois anos e não apenas um. O negócio emperrou.

    Corinthians: houve demora na definição do modelo de negócio. Representantes de Scarpa sugeriram venda. Como tem apenas 40% dos direitos do jogador, o Tricolor jogou o valor lá em cima: R$ 23 milhões, de acordo com a direção paulista. Nada feito. Troca-troca enfrentou o primeiro "não" pois Lucca não quis conversar com o Flu. Depois, com Léo Príncipe e Giovanni Augusto, o problema foi o mesmo do Verdão: Scarpa queria ir por empréstimo de dois anos.

    São Paulo: o tricolor paulista fez uma proposta de R$ 11,5 milhões mais jogadores em troca, oferencendo seis nomes para o Flu escolher. O clube das Laranjeiras não concordou - desejava Cueva e Reinaldo, atletas que o São Paulo não admitia negociar. O time paulista também havia colocado uma cláusula em que pagaria os salários dos jogadores emprestados, caso o Flu não conseguisse pagar, mas os valores seriam abatidos de uma futura compra do Scarpa, o que foi recusado pelo clube carioca."

    E vocês, o que acham disso?! Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

    Fonte: Globoesporte.com