[facebook]

domingo, 7 de janeiro de 2018

Conheçam a história do maior presidente do Fluminense, o "Patrono"

Por FLUnômeno —

  • 13:00

    Busto do maior presidente do Fluminense nas Laranjeiras. Foto: Flick do Fluminense/Divulgação
    Hoje iremos falar um pouco sobre aquele que é considerado por muitos como o maior presidente da história do Fluminense Football Club, chamado Arnaldo Guinle.

    Ele foi um dirigente esportivo do Fluminense Football Club. Por causa dos seus grandes empreendimentos no clube, acabou recebendo o mais alto conhecimento na história do clube, o título de "Patrono", que foi aprovado em Assembléia Geral no dia aprovado em 17 de julho de 1920. Guinle acabou admitido no clube em 10 de outubro de 1902,  sendo o sócio de nº 48. Assumiu a presidência do Fluminense em 18 de abril de 1916, lá permanecendo até 1930, devido à renúncia de Joaquim da Cunha Freire Sobrinho.

    Retrato de Arnaldo Guinle. Foto: Divulgação.

    Arnaldo se destacou por ter construído o primeiro estádio do Brasil para grande público, o Estádio das Laranjeiras. Construiu também a primeira piscina em clube de futebol do Brasil, o ginásio, a estande de tiro, o estádio de tênis, uma das mais bela sede de clube de futebol no Brasil, com instalação de vitrais franceses, lustre de cristal e pinturas art noveau. Também foi ele o maior responsável pela fundação do Iate Clube do Rio de Janeiro. Deu apoio incondicional ao futebol do clube, que vivenciou seu primeiro tricampeonato. Criou ainda o Conselho Deliberativo, o primeiro em um clube esportivo no Brasil, e o Natal das crianças pobres.

    Arnaldo foi um dos mais fortes participantes do movimento de implantação do profissionalismo no esporte carioca. Quase no fim de sua gestão, o Fluminense recebe a visita do Príncipe de Gales, mais tarde, a do Rei Eduardo VIII e do Príncipe Jorge. A comissão de festejos do Ministério do Exterior incumbiu o Fluminense de organizar uma partida de futebol em homenagem aos ilustres visitantes. Sob o patrocínio do Fluminense Football Club enfrentaram-se, em 6 de abril de 1931, os paulistas e cariocas, tendo sido o placar de 1 x 6.

    Arnaldo Guinle retornou à presidência do clube no triênio 1943/1945, quando desenvolveu as reuniões sociais, conseguindo que o quadro social atingisse a marca dos 7.834 associados. O Fluminense também já ganhou dois títulos (taças) onde o maior presidente do clube acabou sendo homenageado, nos torneios Troféu Arnaldo Guinle (1935) e Troféu Arnaldo Guinle (1927), e ambas as conquistas acabou sendo em cima do Flamengo! 

    Segundo o site Terceiro Tempo, Arnaldo Guinle também acabou assumindo a presidência da CBD (Confederação Brasileira de Desportos) entre 1916 à 1920.

    Fonte: Blog Tricolor do Brasil, Google e Terceiro Tempo.