[facebook]

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Por pouco o Fluminense vence, mas mantém empate em 3 x 3 contra Chape

Por FLUnômeno —

  • 22:07

    Pedro comemorando gol contra a Chape. Foto: Lucas Merçon - Fluminense FC (Divulgação)
    Depois da goleada sobre a Universidad Católica do Equador, pelo jogo de ida na segunda fase da Copa Sul Americana, o Fluminense teria encontro com a Chapecoense, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Fluminense não pode contar com Henrique Dourado para esta partida, e Abel Braga optou por colocar Pedro em seu lugar. E como foi a partida?!

    O Fluminense parte pra cima e abre o placar já no primeiro minuto de jogo, com Richarlison: após troca de passes, a bola sobra para o jovem, que manda para o fundo das redes sem dificuldade. Após dividida com o zagueiro Reginaldo, o jogador da Chape Rossi ganha a bola e, sozinho com o goleiro, manda no canto de Júlio César, a Chape chega ao empate! Depois do gol, a Chape cresceu na partida, e pressionou um pouco o Fluminense depois dos 20 minutos.

    Aos 41, a Chapecoense chega a virada, com Arthur, sozinho de cabeça. Aos 45 minutos a Chape poderia chegar ao terceiro gol, com Welligton Paulista, que erra a finalização. O primeiro termina sob vaias dos torcedores do Fluminense. Tem que vaiar mesmo! Perder denovo para este timinho é o fim da picada!


    Veio o segundo tempo. Abel decide colocar Welligton Silva no lugar de Léo Pelé. O Fluminense começou o segundo tempo todo desorganizado, abusando de bolas alçadas na área, que eram facilmente pegas pelo goleiro da Chape. Sabendo do momento do time, o torcedor Tricolor começou a incentivar a equipe, que mal ameaçava o gol adversário. E quando o Fluminense conseguia chegar, é porque estava em impedimento. O que mais me dava raiva da bosta da equipe do Fluminense é que eles voltavam toda a hora a bola para defesa, em vez de partir para uma jogada mais ofensiva.

    Aos 24 minutos, após jogada dividida no meio campo, Welligton Silva entra na área, e consegue um cruzamento na medida para Pedro, de peito, empatar a partida. A torcida Tricolor explode na arquibancada, e começou a empurrar o time do Fluminense freneticamente para buscar a virada.

    Apoiado pelo torcedor, o Fluminense cresceu na partida, e começou a pressionar para buscar a virada. A Chape teve um jogador expulso: Rossi. Mesmo assim, a Chapecoense acabou marcando o terceiro gol graças a arbitragem. O jogador da Chape cabeceia, a bola não chega a entrar toda (pelo menos, não percebi), e depois de consultar o bandeira, ele decide marcar o gol em favor da Chapecoense. O Fluminense chega ao empate com Marcos Júnior, e ainda teve duas ótimas chances de virar a partida, que foi salva pelo goleiro da Chape. Infelizmente o empate não veio, mas é melhor empatar do que perder.

    Ainda não foi a vez de ganhar esse timinho, mas pelo menos o Fluminense se impôs no fim da partida. Com o resultado, o Fluminense chegou aos 16 pontos, aumentou o drama da Chape, que continua sem vencer. O próximo adversário do Fluminense é o Bahia, na Fonte Nova, no próximo Domingo.

    FLUMINENSE 3 X 3 CHAPECOENSE. Dia 03 de Julho de 2017
    Gols: Richarlison (1°min 1°T), Pedro (24 min 2°T) e Marcos Júnior (47 min 2°T);
    Rossi (13 min 1°T, Arthur, 41 min 1°T e 37 min 2°T).

    FLUMINENSE: Júlio César; Lucas (Lucas Fernandes), Reginaldo, Henrique, Léo Pelé; Orejuela (Marcos Júnior), Wendel, Gustavo Scarpa; Richarlison, Pedro, Marquinhos Calazans. Técnico: Abel Braga.

    CHAPECOENSE: Jandrei; Diego Renan (Nathan), Douglas Grolli, Fabrício Bruno, Reinaldo; Andrei Girotto, Lucas Marques, Lucas Mineiro; Rossi, Welligton Paulista (Lourency), Arthur (Luiz Otávio). Técnico: Vagner Mancini.