[facebook]

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Torcedores ilustres falam sobre os 115 anos do Fluminense e atual momento da equipe

Por FLUnômeno —

  • 12:25

    Ana Paula, torcedora do Fluzão. Foto: TV Globo/Divulgação.
    Como vocês bem sabem, o Fluminense completa hoje seus 115 aninhos. Para comemoração desta linda data, o Uol Esporte procurou alguns torcedores famosos para darem seus depoimentos sobre o amado Fluminense: eles disseram os motivos de orgulho para o tricolor, além também sobre o que mais preocupa no atual momento da equipe. Confiram.

    Ana Paula Araújo, jornalista da TV Globo (imagem): "O motivo pra comemorar é o trabalho do técnico Abel Braga, que está conseguindo fazer um trabalho digno mesmo com uma equipe muito jovem e inexperiente. Motivo para preocupação são as finanças desequilibradas do clube, que está sem patrocinador-máster. Espero que as contas sejam equacionadas para que possam ser feitas contratações de peso para o ano que vem"

    Fagner, cantor e compositor: "Chegamos neste aniversário mantendo a tradição de apostar na garotada. Todos querem títulos, mas o fundamental é formar essa geração. O Brasil inteiro está passando por essa crise financeira, mas isso não significa que os meninos deixarão de jogar por causa disso. Quem veste essa camisa sabe que se trata de um clube grande. A confusão com aquela possível saída do Richarlison pode servir de exemplo para os outros"

    Flávio Canto, judoca e apresentador: "Devemos comemorar que o clube está sendo gerido por gente bem intencionada, que está se esforçando para botar o clube de volta no caminho das vitórias; que tem se consolidado cada vez mais como clube formador de jogadores. A lamentar que a licitação do Maracanã foi anulada e o clube não pode mais contar com sua antiga casa, o que nos força a pensar urgentemente na construção de um estádio próprio e que a falta de dinheiro acaba forçando a saída de muitos jovens jogadores precocemente".

    Noca da Portela, compositor: É um misto de esperança ao ver os jovens de Xerém arrebentando com uma preocupação de vê-los tendo que segurar a peteca em um momento difícil. Fica uma desesperança em saber que será meio difícil ser campeão, nos falta um grande líder, assim como tínhamos o Fred. Com toda essa crise no país, me preocupa o futuro desses meninos no clube".

    Fonte: Uol Esporte.