[facebook]

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Abad garante que não sabia da grave situação financeira do Fluminense

Por FLUnômeno —

  • 13:17

    Foto: Nelson Perez - Fluminense FC (Divulgação).
    Antes de assumir a presidência, Abad orgulhava-se de ter ajudado a equacionar as dívidas do clube, e fez algumas promessas que não foram cumpridas, como a contratação de um novo ídolo. Depois de quase oito messes a frente do Fluminense, o atual presidente tricolor admite que não sabia da grave situação financeira do clube. Será?!

    Celso Barros, ex presidente da Unimed-Rio, foi um dos candidatos que disputou contra Abad a presidência do clube. Em Dezembro de 2016, Celso chegou a afirmar que o clube devia (na época) R$6 milhões a agentes e empresários, além de não ter caixa em Fevereiro de 2017. Aí eu me pergunto: como Celso Barros, "rival" de Peter Siemsen durante as eleições, SABIA da real situação do clube, e Abad, que foi o sucessor dele, e trabalhou no conselho fiscal, não sabia?! Confira a declaração de Abad sobre isso.

    "Na época, eu fazia parte do conselho fiscal, que, em tese, teria informações acerca e eu descobri que no Fluminense não é assim. É um regime extremamente presidencialista e as decisões eram tomadas dessa forma. Sempre fica a cargo do presidente. Então, quando você entra no clube, senta na cadeira, percebe toda a gama de contratos que existem no clube. Eu não sabia que funcionava assim, que havia sido feito assim.. Quando eu entrei, vi uma situação extremamente grave, fluxo de caixa bastante pressionado e estamos tentando colocar o Fluminense mais saudável, fazendo, um trabalho de recuperação. Temos ativos como CT, Xerém… Queremos ter os jogadores conosco. Estamos fazendo um trabalho de reestruturação do clube, onde o presidente do Fluminense não vai ter mais condições de tomar decisões por si só"
    E ai, pessoal, o que me dizem disso?! Nada contra Abad porque nós queremos sempre o melhor para o nosso amado Fluminense, mas o que me espanta nisso tudo é ele admitir isso mesmo atuando no conselho fiscal antes de assumir o clube. Seja como for, esperamos que ele consiga fazer um bom trabalho e tire o Fluminense dessa incômoda situação.

    Fonte: Netflu.