[facebook]

quarta-feira, 29 de março de 2017

Fluminense homenageia refugiados da guerra na partida contra Madureira

Por FLUnômeno —

  • 18:45


    Como vocês sabem, Fluminense acabou empatando com o Madureira em 2 x 2, em Moça Bonita, nesta tarde em Bangu. Este jogo também foi usado para homenagear cerca de 65 milhões de refugiados em todo mundo, através de apenas 15 crianças, que atualmente vivem o Brasil, fugindo da guerra em seus países. As crianças entraram em campo de mãos dadas com ambas equipes.

    Além disso, segundo o site oficial do Fluminense, os capitães de ambos os times usariam uma braçadeira com a bandeira da artista síria Yara Said, que vive em Amsterdã. Segundo informações, esta bandeira tem como inspiração as cores do colete salva-vidas que muitos precisam usar quando tentam alcançar o continente europeu através do Mediterrâneo. A bandeira já foi utilizada durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, quando pela primeira vez uma delegação de atletas refugiados disputou a competição sob a bandeira do Comitê Olímpico Internacional.

    A iniciativa é um projeto liderado pela agência Ogilvy, atraés de uma parceria com o Fluminense no projeto “The Refuge Nation”. Um dos atletas do Madureira, Abdoulaye Maza Sylla, ex refugiado guieneense, também foi homenageado.

    Fonte: Site do Fluminense Foto: Twitter Fluminense (Divulgação).