[facebook]

quinta-feira, 23 de março de 2017

A volta por cima de Dourado no Fluminense

Por FLUnômeno —

  • 18:50



    2016 foi um ano conturbado no Fluminense, mas não vou falar muito dele por aqui porque este ano se passou. Fred, um dos grandes ídolos recentes do clube, havia se ameaçado sair quando Levir Culpi era treinador do clube (ou assim pareceu). Depois mudou de ideia. Diego Souza acabou nem jogando dez partidas pelo Flu no ano passado, e voltou para o Sport também repentinamente. Fred algum tempo acabou saindo para o Atlético MG, e provavelmente tinha algum problema com o presidente da época, Peter Siemsen.

    Algo precisava ser feito. A torcida queria um outro atacante matador. Henrique Dourado, que teve passagens pela Europa e também por grandes clubes brasileiros, como o Palmeiras, fechou com o Tricolor. Não empolgou. Foi cogitado a sair do clube, mas devido a pré temporada que fez em Janeiro de 2017, acabou recebendo uma chance. Devido a péssima temporada que fez no ano anterior, começou a temporada com apatia da torcida, mas ele, sabendo disso, prometeu responder dentro de campo.

    Começou o ano, veio os gols. Primeiro contra os times pequenos. Cresceu contra Vasco e Flamengo, consolidou seu espaço. Hoje é uma das pessoas importantes no elenco montado com Abel Braga, e é aquele centro avante que faltava no Fluminense desde a saída de Fred. Tenho certeza que grande parte das pessoas que o criticavam no passado, mudaram de opinião. Jorge Macedo, ex dirigente tricolor (ele trabalhava no Flu na época que ele foi contratado), elogiou o jogador. Ele disse em entrevista a Rádio Brasil de que outros clubes queriam o atleta na época, mas que ele acabou vindo para o Fluminense. Confira:

    "O Henrique é muito bom jogador. Tinham diversos clubes querendo e entramos na disputa. É um centroavante que faz gols, tem presença de área. Ele chegou no meio da temporada, emendou tudo, já teve de sair jogando. Se ele tiver uma sequência e confiança ele vai ser importante" 

    Pode ser que a entrada repentina no Flu no meio do ano (sem uma pré temporada) pode ter atrapalhado o desempenho do centroavante em 2016. Neste ano, o jogador foi de suma importância na conquista da Taça Guanabara sobre o Flamengo, sendo frio quando necessário e suportando a pressão. Bem... espero do fundo do meu coração que Dourado continue jogando bem, e ajudando o Fluminense a conquistar títulos (como a Sulamericana este ano?!). Nós aqui ficamos na torcida, Ceifador!

    Foto: Nelson Perez - Fluminense FC (Divulgação)